Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
estudo e pregaçoes da miss célia lima
estudo e pregaçoes da miss célia lima

 

Sim, Mulher Profetiza á serviço de DEUS! Ja tinha antes!

 

Gn.1.27-criou DEUS os ser humano, DEUS os criou a sua imagem, DEUS os criou homem e mulher.

DEUS fez o homem ,e da costela do homem, DEUS fez a mulher, e a mulher dá á luz a vida ao homem.
o SENHOR nos fez em comunhão sendo, a mulher parte do homem e o homem parte da mulher. e o homem e a mulher são parte de DEUS.

o ESPIRITO de DEUS diz:
Jz.4.4-Débora, mulher de lapidote, era Profetiza. e era também Juíza do Povo de DEUS.

o ESPIRITO de DEUS diz:
Lc.2.36-havia no templo uma Profetiza chamada Ana, que viúva e idosa.
Lc.2.38-naquele momento a Profetiza Ana vendo a criança JESUS começou a lovar a DEUS e a falar a respeito de JESUS a todo povo.

o SENHOR DEUS diz:
Jl.2.28-EU DEUS derramarei o MEU ESPÍRITO sobre todas as pessoas:
os FilhOs e as FilhAs anunciarão a MINHA Mensagem: os velhos sonharão e os jovens terão visões.
Jl.2.29-até sobre os EscravOs e as EscravAs EU DEUS derramarei o MEU ESPÍRITO.

o ESPIRITO de DEUS diz:
Am.3.8-rugiu o leão, quem não temerá? Falou o SENHOR DEUS, quem não Profetizará?

o SENHOR JESUS diz:
Mt.5.10-felizes são as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a Vontade de DEUS pois o Reino do Céu é delas!

o SENHOR JESUS diz:
Mt.12.48-JESUS perguntou:
-quem é a MINHA mãe? e quem são os MEUS irmãos?

Mt.12.49-então apontou para as pessoas que estavam ali e disse:
-vejam! Aqui estão a MINHA mãe e os MEUS irmãos.

Mt.12.50-pois quem faz a vontade do MEU PAI DEUS, que está no Céu, é MEU irmão, MINHA irmã e MINHA mãe!

o SENHOR JESUS diz:
Lc.9.50-então JESUS disse a João e aos outros.
-Não o proibam, pois quem não é contra vocês é a favor de vocês!


o SENHOR JESUS diz: -o meu PAI DEUS me deu todas as coisas, ninguém sabe quem é o PAI DEUS, a não ser o FILHO JESUS e também aqueles a quem o FILHO JESUS quiser mostrar quem é o PAI DEUS.

o SENHOR JESUS diz:
Lc.10.38-JESUS chegou a um povoado, ali uma mulher chamada Marta o recebeu na casa dela.
Lc.10.39-Maria, a sua irmã, sentou-se aos pés do SENHOR JESUS e ficou ouvindo o que JESUS ensinava. (ganhou um talento)
Lc.10.40-Marta estava ocupada com todo o trabalho da casa. e pediu a JESUS que manda-se Maria ir ajudar:
Lc.10.41-ai o SENHOR JESUS rerpondeu:
-Marta,Marta, você está agitada e preocupada com muitas coisas.
Lc.10.42-Mas apenas uma (REINO de DEUS) é necessária! e Maria escolheu a melhor de todas, e esta ninguém vai tomar dela.
(mt.25.24:  quem vai fazer Maria enterrar o seu talento que recebeu de JESUS)

Lc.16.31-mas Abrão respondeu:
- Se eles não escutaram a Palavra de DEUS dada á Moisés e nem os Profetas, não crerão, mesmo que alguém ressuscite.

o ESPÍRITO de DEUS diz: através de Paulo.
Gl.5.18-porém, se é o ESPÍRITO de DEUS que guia vocês, então vocês não estão debaixo da "Lei!

o ESPÍRITO de DEUS diz: através de Paulo.
Tt.1.15- Tudo é puro para os que são puros: mas nada é puro para os impuros e descrentes, pois a mente e a consciência deles estão sujas!
Tt.1.16- eles dizem que conhecem a DEUS, mas o que eles fazem mostra que isso não é verdade. Estão cheios de ódio, são rebeldes e não são capazes de fazer nenhuma coisa boa

Mt.12.36-37:
-EU JESUS afirmo que, no Dia do Juizo de DEUS, cada pessoa vai prestar contas de toda a  Palavra Inútil que falou.
Pois as Palavras das pessoas vão servir para julgar se éssa pessoa é inocente ou culpado.

o ESPIRITO de DEUS diz:
Rm.2.1- não importa quem você seja! você não tem desculpa quando julga os outros.
Pois, quando você os julga, e faz as mesmas coisas que eles fazem,
você esta condenando a você mesmo.

Rm.2.2- nós sabemos que DEUS é justo quando condena os que fazem essas coisas.

Rm.2.3-mas você faz as mesmas coisas, que você condena nos outros, será que você pensa que escapará do julgamento de DEUS?

Rm.2.4-ou será que você despreza a Grande Bondade, a Tolerancia e a Paciência de DEUS?  você sabe muito bem que DEUS é Bom e que DEUS quer fazer com que você mude de vida.    

Rm.2.5-mas o seu coração é duro e teimoso.  Por isso você está aumentando ainda mais o castigo que vai sofrer no Dia do Juizo de DEUS.

Rm.2.6-pois DEUS retribuirá a cada um segundo o seu procedimentos.  

O pior dos perdidos são aqueles que não sabem que estão perdidos.

Pois quando você julga uma pessoa de ter feito algo que a Palavra de DEUS diz para não fazer.

você tambem acaba de fazer o mesmo que a pessoa fez, pois o mesmo DEUS diz para não julgar.

A pessoa sabe que errou! e sabe que tem que se arrepender!


E você sabe que fez o mesmo?
Se lembrará de se arrepender?

JESUS diz, farizeus, mestres da lei.
Mt.15.3-e vocês desobedecem a Palavra de DEUS e seguem os seus proprios ensinamento.
Mt.15.7-Hipócritas!
Mt.15.8-DEUS diz: este povo com a sua boca diz que ME respeita, mas seu coração está longe de MIM DEUS!
Mt.15.9-a Adoração deste povo é inutil, pois eles ensinam, leis humanas como se fosse a MINHA Palavra! DEUS

Mt23.8-10
Mestre só JESUS!
PAI só DEUS!
Lider só JESUS!

Até das pedras DEUS, pode fazer servos pra ELE DEUS!    


Sim o SENHOR ja havia alertado sobre as falsas profetizas! E falsos profetas!

Ez.13.17-o SENHOR DEUS diz:
-agora olhe para as mulheres do seu povo que inventam, "Profecias, fale contra elas!    

Ez.13.18-e diga que EU o SENHOR DEUS diz: "Ai de vocês profetisas! Pois, a fim de terem poder sobre a vida das pessoas, vocês profetisas fazem orações a objetos enfeitiçados e para todos,  preparam véus enfeitiçados para pessoas de todas as idades. A fim de tirarem vantagens, vocês profetiza querem usar poder de Vida e de morte no meio do MEU povo.

Ez.13.19-vocês profetizas desrespeitam a MIM DEUS na frente do MEU povo a fim de conseguir(vantagem) uns punhado de cevada e alguns pedaço de pão.
Para matar as almas que não haviam de morrer e preservar com vida as almas que não haviam de viver! Fazem tudo ao contrario, vocês falsas profetizas dizem mentiras ao MEU povo, e o povo acredita!

Ez.13.20-o SENHOR DEUS diz:
-EU DEUS detesto os objetos, enfeitiçados que vocês usam para controlar a vida das pessoas,
EU DEUS arrancarei as pessoas dos seus braços profetizas e deixarei Livre as pessoas que vocês profetizas estavam controlando!

Ez.13.21-EU DEUS rasgarei os seus véus e Livrarei o MEU povo das suas mãos profetizas, o MEU povo estarão longe de seu alcance de uma vez por todas. Então saberá que EU SOU SENHOR DEUS!

Ez.13.22-profetizas, com as Mentiras que Pregam, vocês entristece o coração  da pessoa justa, e não havendo EU DEUS,entristecido! Incentivam as pessoas más a não abandonarem o mau caminho, e assim não deixam que as pessoas se arrependam e se salvem!

Ez.13.23-por isso, agora as suas falsas visões e as suas profecias mentirosas vão se acabar.
EU DEUS vou livrar o MEU povo das suas mãos, e saberão que EU SOU o SENHOR DEUS!

.........

o SENHOR DEUS diz:
Ez.13.10-os profetas enganam o MEU povo, dizendo que Tudo Vai Bem, quando Tudo vai mal! o MEU povo construiu uma parede de tijolos soltos, e os Profetas vieram e a rebocaram.

Ez.13.11-DEUS diz: Diga a essa gente que a parede vai cair, EU DEUS vou mandar chuva pesada e um vento forte soprará contra a parede de tijolos soltos!

Ez.13.12-A parede cairá, e todo o povo perguntarão a vocês de que adiantou rebocar a parede de tijolos soltos!

Ez.13.14-quando á parede cair, vocês morrerão debaixo da parede, e ficarão sabendo que EU SOU o SENHOR DEUS!

Ez.13.15-assim cumprirei o MEU Furor e ai dirão, a parede e os profetas que á rebocaram não existe mais!

Ez.13.16-Não existem mais!
os profetas do MEU povo que afirmaram que Tudo ia Bem, quando na Verdade Tudo ia mal! EU o SENHOR DEUS, falei !  

o SENHOR JESUS diz:
Mt.23.8-só JESUS deve ser chamado de Mestre!

Mt.23.9-só DEUS é nosso PAI!

Mt.23.10-só JESUS deve ser chamado de Lider! 


 



MULHERES PROFÉTICAS EVANGÉLICAS
ESTUDOS E PREGAÇÕES

 

A CONFISSÃO

Texto: Mc 5:27-34

Introdução: Qualquer pessoa, em qualquer lugar, que colocar em prática esses quatro passos ou princípios, sempre receberá. Quantas vezes receberá? Poucas vezes? Não, sempre receberá uma resposta.

1 – Diga – Primeiro a mulher disse: “Se tão somente tocar nas suas vestes, sararei.” (v.28).
Ela sonhou com a sua cura e verbalizou o que estava no seu coração. Anunciou no Reino do Espírito. Não apenas desejou e sonhou. Anuncie coisas boas, profetize, mova-se pela fé, esperança (sonhos) e amor, que é o próprio Deus (I Jo. 4:8).

2 – Faça – Segundo, ela agiu: “Veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua vestimenta (de Jesus).” (v.27).
Ela moveu-se, não olhou para debilidade física e emocional que ela vivia, não ficou alimentando posição emocional de autocomiseração ou vítima da vida porém, tomou uma atitude e isto gerou a quebra do imobilismo. Jesus disse: “vinde A mim todos vós que estais cansados, sobrecarregados, enfermos oprimidos que vos aliviarei.”
É necessário ir, tomar uma atitude.

3 – Receba – Terceiro ela recebeu: “E logo se lhe secou a fonte do seu sangue e sentiu no seu corpo estar já curada.” (v.29).
Através de sua atitude determinada em que venceu todos os obstáculos que estavam a sua frente como: debilidade física, desânimo gerado pelas circunstâncias adversas que ela já enfrentava há doze anos, como também a grande multidão que estava a sua frente e rodeava o Mestre. Apesar de tudo isto, através de sua atitude de ir a Jesus, ela recebeu.

4 – Proclame – Ela confessou: “Então a mulher, que sabia que tinha acontecido, temendo e temendo, aproximou-se, e prostrou-se diante dele, e disse-lhe toda a verdade.” (v.33).
É necessário contar aquilo que Jesus nos tem feito, não apenas como testemunho para outras pessoas, para lhes acrescentar a fé, por que a fé vem por ouvir acerca de Jesus (Rm 10:17), como também para reafirmar diante dos principados e forças espirituais da maldade a nossa vitória conquistada através de Cristo no Calvário.

Conclusão: Então, Jesus assegurou: “Filha, a tua fé te salvou: vai-te em paz e sê curada deste teu mal.” (v.34).
Após a confissão, aquela mulher não só recebeu a cura como a salvação.

 

--------------------------------------------------------------------------------

Poder em Nossas Palavras

Texto: Lucas 18:41 “dizendo: Que queres que te faça? E ele disse: Senhor, que eu veja”.

INTRODUÇÃO:

Para um pedido tão direto e objetivo, a resposta de Jesus não poderia ser menos direta e objetiva: “E Jesus lhe disse: Vê; a tua fé te salvou” – (v 42). O relacionamento que o Senhor quer conosco é exatamente assim, direto e objetivo. O que atrapalha a pureza desse relacionamento são sentimentos mesquinhos que inundam nossas almas. Vamos ver uma história de sofrimento e luta que poderia ter sido simplificada se as irmãs não tivessem passado a vida querendo se impor, uma para a outra.

=> Nasceu um filho, qual o seu nome?

a) RUBEM: GN 29.30-32 - “O Senhor atendeu a minha aflição e por isso agora me amará o meu marido.” A esperança estava nas circunstâncias;

b) SIMEÃO: GN 29.33 - “O Senhor ouviu minha reclamação e também me deu este.” Buscou o Senhor somente para reclamar.;

c) LEVI: GN 29.34 - “Agora o meu marido vai se ajuntar comigo, porque lhe dei três filhos.” Continuou a olhar para as circunstâncias;

d) JUDÁ: GN 29.35 - “Esta vez louvarei ao Senhor!” Antes tarde do que nunca;

e) DÃ: Raquel decide apelar: GN 30.6 - “Julgou-me Deus” Outra reclamadora. Deus responde: Lamentações 3.39: “De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados.”

f) NAFTALI: Raquel apela de novo: GN 30.8 - “Lutei com minha irmã e venci!” O diabo mostra as garras;

g) GADE: Léia também apela: GN 30.11 - “Vem aí a turba” Quando irmãos entram em guerra o diabo fica à vontade e vem a confusão;

h) ASER: Leia não mede limites: GN 30.13 - “Então, disse Léia: Para minha ventura, porque as filhas me terão por bem-aventurada; e chamou o seu nome Aser.” Pobre da mulher que tenta prender o coração do homem com filhos;

i) ISSACAR (Deus me deu meu galardão) E ZEBULOM (deus me deu uma boa dádiva):GN 30.14-15 – Enquanto Raquel põe sua esperança nas mandrágoras, Leia se aproveita;

j) JOSÉ: GN 30.23 - “Ela concebeu, deu à luz um filho e disse: Deus me tirou o meu vexame.” O fruto da briga vai sofrer muito;

k) BENJAMIM: GN 35.16-19 - “Partiram de Betel, e, havendo ainda um pequeno espaço de terra para chegar a Efrata, teve um filho Raquel e teve trabalho em seu parto. E aconteceu que, tendo ela trabalho em seu parto, lhe disse a parteira: Não temas, porque também este filho terás.E aconteceu que, saindo-se-lhe a alma (porque morreu), chamou o seu nome Benoni; mas seu pai o chamou Benjamim. O fim da contenda é a morte.

CONCLUSÃO

Muita gente passa uma vida inteira diante de Deus e continua com os olhos apontados para as circunstâncias (além disso fazem das disputas pessoais o eixo central de suas vidas). Os irmãos que vieram a constituir a tribo de Israel sofreram e ainda sofrem até os dias de hoje as conseqüências da disputa, onde aprenderam a desenvolver atitudes negativas.

O que está nos faltando nos dias de hoje é um relacionamento sincero diante de Deus, onde largamos as rusgas e outros sentimentos negativos, como inveja, mágoa, rancores, ódios, ciúmes e outros, para notar que o Senhor está diante de nós esperando o nosso LOUVOR SINCERO.

Voltando ao início da mensagem, quando Jesus perguntou ao cego, a resposta foi simples. Quando Jesus argumentou com o centurião, ele disse: “pois também eu sou homem sob autoridade e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu criado: faze isto, e ele o faz”. - Mateus 8.9. A resposta de Jesus foi a mesma: VAI. E ele foi e teve sua oração atendida.

Hoje é dia para aqueles que precisam de uma resposta de Jesus atenderem ao chamado do Senhor que te dia VEM. E te pergunta:QUE QUERES QUE TE FAÇA?

Nossa oração é para que se abra o canal de comunicação. Você vai dizer o que quer e o Senhor vai te responder com a mesma palavra.

Família em crise? O Senhor resolve.

Saúde complicada? O Senhor cura.

Problemas financeiros? O Senhor provê.

Depressão? O Senhor renova.

Vícios? O Senhor liberta.

Sentimentos magoados? O Senhor alegra.

AMEM.............DEUS SEJA GLORIFICADO

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Passos de Ester para Vitoria

Introdução:
Ester teve que ter Sabedoria, Dedicação,Firmeza,obediência,fidelidade, humildade e Santidade

Tiago 1.5 – Se algum de vós tem falta de Sabedoria, peça-a a Deus. Que a todos dá liberalmente sem lançar em rosto.

Provérbios 9.1 – a Sabedoria já construiu sua casa. Já lavrou as suas sete colunas.

I Samuel 1.28 – Por isso eu também o entreguei ao Senhor; por todos os dias que viver, ao Senhor está entregue. E adoraram ali ao Senhor,

INTRODUÇÃO
Ester foi a única mulher hebréia a se tornar rainha numa nação dominadora. Disputou um concurso público e foi escolhida entre as melhores. Durante seu mandato, conseguiu livrar o povo de um dos maiores massacres planejados pelo inimigo. A vida de Ester só alcançou esse patamar de sucesso, porque o caráter moldado nela estava dotado das seguintes virtudes: SABEDORIA, DEDICAÇÃO, OBEDIÊNCIA, FIRMEZA, HUMILDADE, FIDELIDADE e SANTIDADE. Samuel mostrou ...

1. Sabedoria em Cap. 5. Vv. 3-4 - Então o rei lhe disse: O que é, rainha Ester? Qual é a tua petição? Até metade do reino se te dará. Ester respondeu: Se parecer bem ao rei, venha hoje com Hamã ao banquete que tenho preparado para o rei. ESTER PREPAROU UMA BELA ESTRATÉGIA PARA O ESCAPE DE SEU POVO. AZAR DO ADVERSÁRIO.

2. Dedicação em Cap. 2. Vv. 5-18
ESTER DISPUTOU E VENCEU O CONCURSO DE MISSES MAIS DISPUTADO QUE JÁ SE OUVIU FALAR. NINGUÉM PODE VENCER O SERVO DE DEUS DEDICADO E FIEL.

3. Firmeza em (Cap. 4 V. 16) – “Vai, ajunta todos os judeus que se acham em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; e eu e as minhas moças também assim jejuaremos. Depois irei ter com o rei, ainda que isso não é segundo a lei; e se eu perecer, pereci.” - NEM A POSSIBILIDADE DA MORTE DETÉM O CRENTE FIRME.


4. Obediência em (Cap. 2 v. 10) – “Ester, porém, não tinha declarado o seu povo nem a sua parentela, pois Mardoqueu lhe tinha ordenado que não o declarasse.”, NÃO SOMENTE NESSA OCASIÃO, MAS ESTER NUNCA SE PREVALECEU DA CONDIÇÃO DE RAINHA PARA SAIR DO POSTO DE SUBMISSÃO E OBEDIÊNCIA EM RELAÇÃO A MARDOQUEU.

5. Fidelidade em (Cap. 8 v. 6) – “ Pois como poderei ver a calamidade que sobrevirá ao meu povo? ou como poderei ver a destruição da minha parentela?” ESTER PODERIA, DEPOIS DE SE TORNAR RAINHA, NEGAR SUA RAÇA E DEIXAR QUE O POVO PERECESSE. SUA FIDELIDADE EVITOU QUE ELA PRÓPRIA VIESSE A PERECER.

6. Humildade em (Cap. 7, v. 2) – “2 Ainda outra vez disse o rei a Ester, no segundo dia, durante o banquete do vinho: Qual é a tua petição, rainha Ester? e ser-te-á concedida; e qual é o teu rogo? Até metade do reino se te dará” e (cap. 8, v. 11) – “Nestas cartas o rei concedia aos judeus que havia em cada cidade que se reunissem e se dispusessem para defenderem as suas vidas, e para destruírem, matarem e esterminarem todas as forças do povo e da província que os quisessem assaltar, juntamente com os seus pequeninos e as suas mulheres, e que saqueassem os seus bens,”. ESTER SABIA PEDIR APENAS O NECESSÁRIO E COM ISSO EVITAVA RECEBER NEGAÇÃO.

7. Santidade em (Cap. 4, v. 16) – “Vai, ajunta todos os judeus que se acham em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; e eu e as minhas moças também assim jejuaremos. Depois irei ter com o rei, ainda que isso não é segundo a lei; e se eu perecer, pereci.”. ENTREGAR SEUS PROBLEMAS A DEUS É A MELHOR DAS HABILIDADES.

Conclusão:

1) A história de sucesso de Ester começa quando Deus coloca uma estratégia de sabedoria no coração de Mardoqueu. E Ester, uma jovem confiante em Deus aceita a liderança de alguém que a tinha criado. (PRIMEIRO PASSO)

2) Ester teve o privilégio de crescer num lar dirigido por Deus. Soube fazer jus ao tratamento privilegiado (SEGUNDO PASSO).

3) Edificou as colunas do seu sucesso desde o primeiro dia que conheceu a Deus (TERCEIRO PASSO).
Agora só falta você criar coragem e fazer o mesmo que Ester.

--------------------------------------------------------------------------------------

A MULHER CRISTÃ

Desde a antiguidade até a sociedade de hoje, em diversas classes sociais, a mulher não encontra muito espaço, mas ela tenta conquistar esse espaço da melhor maneira possível, mesmo que em algumas culturas sejam discriminadas. Na igreja primitiva enfrentaram muitas restrições, mas hoje em pleno século XXI, infelizmente o marxismo predomina em alguns homens, e as mulheres não desistem da sua luta e desponta em busca dos seus ideais, isso é notável em todos os seguimentos da sociedade.

É verdade que todos são iguais perante Deus, tanto um como o outro são amados pelo Senhor (Gl 3:27,18). As mulheres não foram excluídas dos planos divinos, apenas Deus a limitou com relação à liderança da família e da igreja (1 Tm 2:12). Porém foi ao homem que Deus entregou essa responsabilidade.

A mulher foi dada ao homem para que fosse a sua auxiliadora (Gn 2:18) visando o seu bem estar. Não obstante, Deus não a limitou com relação a sua intelectualidade, de forma que ela não pudesse produzir na vida social. Ele não determinou para que ela fosse apenas do lar ou simplesmente para procriar e cuidar dos seus filhos, isso significa que ela tem o direito de desenvolver suas habilidades e competências no meio em que vive, ou seja, todos nós temos um projeto de vida (homem e mulher).

No sentido religioso, as mulheres na igreja têm contribuído de forma maravilhosa para o crescimento do reino do Pai, elas representam uma grande força no trabalho cristão e as funções que assumem são coerentes ou compatíveis a elas, praticamente estão envolvidas em quase todos os trabalhos, lideram senhoras no círculo de oração, organizam grupos, desempenham trabalhos infantis, cuidam de adolescentes, ensinam na escola dominical, na evangelização, participam de trabalhos sociais na igreja e fora dela junto às comunidades carentes. E quanto ao ensino individual na igreja, não são proibidas de ensinarem, nas organizações femininas, a homens, jovens e no trabalho de aconselhamento.

Na nossa organização religiosa (igreja) elas têm todas essas oportunidades, porém dentro dos seus limites. Encontramos também nas escrituras, mulheres que foram grandes heroínas (Ester) as quais tomaram decisões importantes em algumas circunstâncias, ou seja, mulheres de destaque na época. No sentido profissional muitas delas tem formação superior: Educação teológica, pedagogia, direito, medicina e política. Isso prova que a mulher tem capacidade de ir muito mais além independente de religiosidade.

O homem dominado pelo marxismo a limita e a subestima, isso é notável até no mercado de trabalho, quando exercem as mesmas funções ou fazem as mesmas coisas que os homens, no entanto não são valorizadas inclusive nas suas remunerações. Percebemos que aos poucos Isso está mudando, graças a Deus. Vós homem não sejais egoístas, reconheçam que elas são partes de nós e fazem parte dos planos de Deus.

CONCLUSÃO: Esse entendimento pobre tem levado algumas pessoas acreditarem que a mulher é incapaz de construir o seu próprio sucesso. Mas hoje tem sido diferente, destacam-se cada vez mais, tanto na igreja como no profissionalismo. Reconheça que a mulher é importante; Mulher virtuosa quem pode achar? O seu valor muito excede de rubins. (Pv 31:10). Mesmo como vaso mais fraco merece honra (I Pe 3:7

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Família Feliz - Como Conquistá-la

 

Bem-aventurado todo aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos! Do trabalho das tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem. Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos como plantas de oliveira, ao redor da tua mesa. Eis como será abençoado o homem que teme ao Senhor. De Sião o Senhor te abençoará; verás a prosperidade de Jerusalém por todos os dias da tua vida, e verás os filhos de teus filhos. A paz seja sobre Israel. (Salmo 128)

Esse salmo tão bem escrito por Davi, nos dá um perfil de uma família feliz. Desde o princípio o desejo do coração de Deus é que seus filhos tenham famílias estruturadas e felizes.

Toda família que teme ao Senhor colhe os frutos de sua obediência: um bom casamento e uma família ajustada. Essas são as maiores bênçãos da vida, muito mais que bens materiais.

Quando um casal entra em aliança, na maioria das vezes ele espera ser feliz, como um interesse próprio. Porém, a Bíblia nos ensina como um princípio que é dando que se recebe. Então, a mentalidade precisa ser mudada e ao entrar em aliança o maior desejo do coração do cônjuge deve ser fazer o outro feliz, quando isso acontece a recíproca torna-se algo natural. Quando fazemos o outro feliz a conseqüência e sermos felizes.

Cada postura nossa dentro do relacionamento deve ser para frustrar os planos do diabo e engrandecer a vida familiar.

Somos o modelo para os casais que estão em busca de transformação no seu lar.

No casamento, temos que ser como José, sonhar e interpretar nossos sonhos para vê-los acontecer, não podemos nos dar por vencidos enquanto não vermos nossa família usufruindo de tudo o que Deus tem para ela. José, apesar de ter enfrentado tantas lutas, jamais abriu mão de seu sonho, ele foi indesístivel, é assim que precisamos ser.

Quando alcançamos uma família feliz, temos unção para resgatar casais, a partir da nossa casa, que é a base do trono de Deus.

O casal que sonha ver o cônjuge feliz prospera.

Mas, para alcançarmos essa plenitude é necessário fecharmos algumas brechas e guardamos algumas portas. Satanás tem trabalhado para destruir as famílias, mas Deus quer nos ensinar a rota da felicidade.

Vejamos algumas brechas que podem ser fechadas se guardarmos as portas de entrada:

Olhos - temos que guardar os nossos olhos, pois o que vemos pode ou não determinar se teremos uma família feliz. Muitas vezes colocamos nossos olhos em coisas que não agradam o coração de Deus por serem prejudiciais para nossas vidas e famílias.

Tudo o que vemos e olhamos vai direto para a alma.

Quantas vezes perdemos tempo em frente à TV e não investimos nem um tempinho que seja para meditarmos na Palavra que tem as fontes de verdade que podem transformar as nossas casas.

Pv 4:25 Dirijam-se os teus olhos para a frente, e olhem as tuas pálpebras diretamente diante de ti. O que você tem olhado?

Dt 6:8 Também as atarás por sinal na tua mão e te serão por frontais entre os teus olhos; Onde você tem colocado os seus olhos?

Sl 119:37 Desvia os meus olhos de contemplarem a vaidade, e vivifica-me no teu caminho.

Como você tem olhado a sua vida e família?

Todas às vezes que colocamos nossos olhos no que não convém, desviamos nossa visão do foco correto.

Muitas vezes olhamos para algumas situações na nossa casa e não sabemos nem o que pensar, mas Deus quer nos ensinar a olhar para as situações com a visão da águia, para que vejamos não as situações como se apresentam, mas como serão de acordo com a vontade de Deus.

Mt 5:8 Eu, porém, vos digo que todo aquele que [olhar] para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Quando você olha para o que não é seu você está pecando.

Desvie seus olhos do mal e não se permita ser tentado. Se você abre brecha para que a tentação entre é como mexer com fogo, você será queimado.
Guarde seus olhos. Eles são para você olhar na direção do trono de Deus e receber todas as estratégias para sua família.

Boca - a Bíblia diz que falamos do que o coração está cheio.

Há pessoas que estão sempre comentando sobre coisas fúteis, mas nunca falam sobre assuntos que possam verdadeiramente edificar. Somos advertidos sobre isso em várias passagens da Bíblia como em Efésios 4:29; 5:4 "Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que seja boa para a necessária edificação, a fim de que ministre graça aos que a ouvem. Nem baixeza, nem conversa tola, nem gracejos indecentes, coisas essas que não convêm; mas antes ações de graças.

Quantas pessoas não sabem falar e calar na hora certa. Dentro do relacionamento conjugal as piores brigas acontecem porque não sabemos controlar a nossa boca.

Precisamos pedir a Deus para que Ele nos ensine a guardar os nossos lábios "Põe, ó Senhor, uma guarda à minha boca; vigia a porta dos meus lábios! (Sl 141:3)

Pv 4:24 Desvia de ti a malignidade da boca, e alonga de ti a perversidade dos lábios.

Nossa boca foi criada por Deus como um instrumento para profetizar as Suas bênçãos. Na hora da raiva se você tiver vontade de falar, louve.

Fale bem da sua família, do seu cônjuge e de seus filhos.

Ouvido- o que temos escutado pode nos contaminar ou nos abençoar. Não fomos chamados para ouvir qualquer coisa. Nossos ouvidos precisam estar sensíveis a voz do Espírito Santo, pois assim não cometeremos erros.
A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus. Não fomos chamados para ouvir relatórios de catástrofe. Fomos chamados para ouvir as estratégias do coração de Deus, para nossas famílias.

Não devemos dar ouvidos à conversas que possam comprometer nossos sentimentos em relação à família. Inclusive cuidado com os conselhos que você tem ouvido acerca de sua casa. Eles podem te ajudar ou te prejudicar. Alguns cônjuges por darem ouvido a quem não deviam acabam entrando em verdadeiras enrascadas e acabam ouvindo ofensas que só desgastam o relacionamento quando deveriam estar ouvindo o quanto são importantes e amados. Quantos cônjuges estão carentes de ouvirem uma palavra de amor.

Pés - onde temos plantado nossos pés. A Palavra de Deus diz que os pés que anunciam as boas novas são formosos.

Sl 25:15 ... pois ele tirará do laço os meus pés. Se você estiver envolvido por um laço há uma promessa de Deus de livramento sobre a sua vida se você decidir estar fechando as brechas e guardando as portas de entrada.

Como casal precisamos ter nossos pés plantados na casa do Senhor.

Querido casal, talvez você tenha passado por tantas lutas e tenha esfriado nos sonhos de Deus para sua família. Mas, não desista, apegue-se na Palavra de Deus que tem promessas para sua vida e toda a sua casa.

CONCLUSÃO: Isaías 30:21 que diz: "quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai nele;

 

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------

A mulher cristã pode usar jóias?

 

Paulo disse: "Da mesma sorte, que as mulheres, em traje decente, se ataviem com modéstia e bom senso, não com cabeleira frisada e com ouro, ou pérolas, ou vestuário dispendioso, porém com boas obras (como é próprio às mulheres que professam ser piedosas)" (1 Timóteo 2:9-10).

Pedro acrescentou: "Não seja o adorno da esposa o que é exterior, como frisado de cabelos, adereços de ouro, aparato de vestuário; seja, porém, o homem interior do coração, unido ao incorruptível trajo de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante de Deus. Pois foi assim também que a si mesmas se ataviaram, outrora, as santas mulheres que esperavam em Deus" (1 Pedro 3:3-5).

Algumas igrejas, citando esses versículos, proíbem o uso de jóias. Outras defendem tal prática, mas sem explicar biblicamente como justificar seu uso. Se esses versículos proíbem o uso de jóias, nenhuma cristã deve usá-las. Se a mulher as usar, ela deve saber como explicar as instruções reveladas por Paulo

 Pedro.

Para entender essas passagens, temos que, primeiro, examinar a gramática. Ambas usam uma construção de contraste que serve para enfatizar que uma coisa é importante e a outra de menos valor. Observe que eles dizem que a mulher não deve praticar uma coisa, mas (ou porém) deve agir de outra maneira. Esta construção é usada, às vezes, para definir prioridades, e não para impor uma proibição absoluta. Considere um outro exemplo claro: "Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna" (João 6:27). Aqui, sabemos que ele não está proibindo o trabalho para se sustentar. De fato, tal trabalho é exigido pelo Senhor (2 Tessalonicenses 3:10,12; Efésios 4:28). É questão de prioridade, não de proibição.

O segundo passo para entender as instruções de Paulo e Pedro é examinar o resto do argumento no contexto. Os dois citam mulheres do Velho Testamento como exemplos. Quando estudamos as práticas de tais mulheres santas, aprendemos que o uso de jóias e boas roupas era uma coisa comum (veja Gênesis 24:22,30,53; Isaías 61:10; Provérbios 1:9; 31:22).

CONCLUSÃO: Mas, o uso de jóias ou de roupas finas não é o ponto principal na vida de nenhuma delas. Eram conhecidas como mulheres santas por causa do caráter espiritual e o espírito submisso e humilde. Uma mulher dessas nunca usaria jóias excessivas, nem usaria uma roupa que mostra o corpo de uma maneira sensual. Por quê? Porque ela é santa!

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------

 

AS QUATRO MULHERES NA VIDA DE JESUS
Mateus 1.1-17

I.         Uma História de Justiça - Tamar (Gn 38)

A. Esta história não tem nenhuma relação com o contexto. No Cap. 37 José tem um sonho e no Cap. 39 José foi vendido ao Egito por causa dos seus sonhos.

B. O texto fala da prática do Levirato,  Dt 25.5-10. Se um homem morre sem o seu herdeiro, o próximo irmão deve casar-se com a viuva para um herdeiro ao irmão morto. Seu marido Er que era perverso veio a morrer. Onã não queria deixar um filho para Er, também morreu. Judá prometeu então o seu filho que ainda era novo: "Então, disse Judá a Tamar, sua nora: Permanece viúva em casa de teu pai, até que Selá, meu filho, venha a ser homem. Pois disse: Para que não morra também este, como seus irmãos. Assim, Tamar se foi, passando a residir em casa de seu pai" (11).

C. Neste período morreu a esposa de Judá.

D. Judá toma Tamar como uma prostituta cultual (sagrada) e, depois, informado de que ela está grávida, disse: "Tirai-a fora para que seja queimada". Foi neste momento que ela apresentou os pertences de Judá dizendo que o dono dos mesmos era o pai de seu filho.

E. "Mais justa é ela do que eu". E ela concebeu gêmeos: Perez e Zera.

F. Esta história é uma crítica da moralidade. Aquele que tem tudo e boa reputação na comunidade pode todas as coisas. Tamar, que não pode ser louvada pela sua atitude, não encontra nenhum meio legal de fazer valer os seus direitos. Ela comete o pecado que "as pessoas de bem" condenam, mesmo que elas tenham cometido o mesmo pecado que agora condenam

G. Tamar mostra que a velha justiça que sanciona a opressão em nome da propriedade não serve para nada. Ela é a sombra Daquele que virá trazendo um nova justiça.

H. De Tamar nascem Acã, aquele que destroi a comunidade e Jesus Cristo, o construtor de uma nova comunidade. A comunidade onde a justiça é marca registrada.

I. "Todavia, um dos anciãos me disse: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos" (AP 5:5).

II.        Uma História de Fé - Raabe (Js 2, 6; Sl 87.4, 89.10; Hb 11.31; Tg 2.25)

A. 2.1: "De Sitim enviou Josué, filho de Num, dois homens, secretamente, como espias, dizendo: Andai e observai a terra e Jericó. Foram, pois, e entraram na casa de uma mulher prostituta, cujo nome era Raabe, e pousaram ali".

B. Sabedora de que Israel haveria de invadir Jericó, o texto afirma: "Ouvindo isto, desmaiou-nos o coração, e em ninguém mais há ânimo algum, por causa da vossa presença; porque o SENHOR, vosso Deus, é Deus em cima nos céus e embaixo na terra".

C. SALMOS 87: [1]  Fundada por ele sobre os montes santos, [2]  o SENHOR ama as portas de Sião mais do que as habitações todas de Jacó. [3]  Gloriosas coisas se têm dito de ti, ó cidade de Deus! [4] Dentre os que me conhecem, farei menção de Raabe e da Babilônia; eis aí Filístia e Tiro com Etiópia; lá, nasceram.

D. Hb 11.31: " Pela fé, Raabe, a meretriz, não foi destruída com os desobedientes, porque acolheu com paz aos espias".

E. Tg 2: [24]  Verificais que uma pessoa é justificada por obras e não por fé somente. [25] De igual modo, não foi também justificada por obras a meretriz Raabe, quando acolheu os emissários e os fez partir por outro caminho?"

F. Raabe é uma simples mulher, que perdida em seus delitos e pecados, encontra uma porta aberta. Uma porta que daria a ela um novo futuro e uma nova vida. Agarra-se a esta porta com fé.

III.      Uma História da Previdência - Rute
A. Rute 1:15: "Disse Noemi: Eis que tua cunhada voltou ao seu povo e aos seus deuses; também tu, volta após a tua cunhada. [16]  Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. [17]  Onde quer que morreres, morrerei eu e aí serei sepultada; faça-me o SENHOR o que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti".

B. Rute é uma estrangeira que agarra-se a Noemi e ao Deus de Noemi porque sabe que é melhor caminhar ao lado daqueles que conhecem a Deus, mesmo que passando por circunstâncias adversas, do que seguir aos deuses do passado.

C. Rute vem a casar-se com Boaz e nasce um filho: "As vizinhas lhe deram nome, dizendo: A Noemi nasceu um filho. E lhe chamaram Obede. Este é o pai de Jessé, pai de Davi".

D. Nesta história vemos que Deus está providenciando em todos os emaranhados da vida. Na viuvez, na fome, na incerteza do futuro, vemos a mão de Deus governando o destino daqueles que fazem parte do seu projeto: a vinda do Messias ao mundo.

IV.       Uma História de um Mundo Novo - Maria (Mt

A. Lucas 1:26  "No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, [27]  a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria.
[28]  E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. [29]  Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação. [30]  Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. [31]  Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. [32]  Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; [33]  ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim. [34]  Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? [35]  Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus".

B. Maria, uma simples jovem, que recebe de Deus a mais extraordinária das notícias e responde a esta invasão da sua vida com estas palavras: "Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. E o anjo se ausentou dela".

C. Ela é a bem-aventurada entre todas as mulheres. Ela é a mãe do nosso Senhor Jesus Cristo.

D. Maria é a serva de Deus que reconhece no Senhor a sua soberania e entrega-se totalmente aos mistérios divinos. Ela sabe que Deus faz todas as coisas certas.

V.        Quatro Mulheres
Tamar - aquela que espera que justiça seja feita.
Raabe - aquela que crê na fidelidade de Deus.
Rute - aquela que crê nas providências de Deus.
Maria - aquela que crê que Deus sabe o que está fazendo.

VI.       Aprendendo com estas mulheres

A. Aprendemos que Deus não olha para as nossas fraquezas ou limitações.
B. Aprendemos que as nossas fraquezas ou limitações não impedem que Deus nos use para o mover da sua história no mundo.

C. Aprendemos que para fazer parte da história de Deus é preciso um ato de fé, um gesto de coragem, uma atitude determinada. É preciso romper com o convencional e crer que Deus é soberano em todas as coisas.

Conclusão:
Estes momentos foram decisivos na história do nascimento de Jesus Cristo.
Hoje, as mulheres que são herdeiras de Tamar, Raabe, Rute e Maria, continuam escrevendo a história de Deus no mundo através de suas vidas dedicadas ao Senhor Jesus Cristo.

Deus te Alerta

Desperta e Acorda tu que dormes.

Introdução:

Muitas pessoas estão hoje dormindo, sem se dar conta que este sono é maligno, pois não conseguem acordar, despertar para realidade do mundo que vivemos que o nosso adversário veio para matar, roubar e destruir, e Deus na sua sabedoria esta nos alertando para este fato, então quero nesta mensagem sacudir e abalar sua vida para que o Espírito de Deus possa te acordar de uma vez por todos e sair deste marasmo espiritual que nos encontramos.

Ref. Bíblica: Efésios 5:14 Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará.

Desenvolvimento:

 Desperta e Acorda profetas de Deus - Juízes 5:12 Desperta, Débora, desperta, desperta, acorda, entoa um cântico; levanta-te, Baraque, e leva presos os que te prenderam, tu, filho de Abinoão.

 Desperta e Acorda foi a suplica de Devi a Deus - Salmos 35:23 Acorda e desperta para me fazeres justiça, para a minha causa, Deus meu e Senhor meu.


 Desperta e Acorda tu que adora imagem - Habacuque 2:19 Ai daquele que diz à madeira: Acorda! E à pedra muda: Desperta! Pode o ídolo ensinar? Eis que está coberto de ouro e de prata, mas, no seu interior, não há fôlego nenhum.

Conclusão:

O Senhor nos chama para um novo avivamento dentro de sua Palavra que é o desperta e o acorda para as coisas que são de Deus, muito irmão estão dormindo um somo muito profundo não no Jardim de Deus mais sim no jardim do iminigo de nossas almas, por que o Senhor ele Desperta e Acorda, o Senhor estimular; O Senhor animar; O Senhor provocar;

Aquele que esta dormindo, então você que estava dormindo em espírito e em verdade sinta o despertar do Espírito Santo de Deus.

-------------------------------------------------------------

A ESPOSA DE NOÉ


" Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teu filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo" (Gênesis 6:18).

Na Bíblia, nós a conhecemos como "a esposa de Noé". O seu nome não sabemos mas, com certeza, Deus sabe e o colocou no Livro da Vida, no livro onde estão os nomes de todos aqueles salvos pelo sangue do Seu Filho unigênito, Jesus Cristo.

Maria? Rute? Madalena? Não sabemos, mas sabemos que ela era uma mulher virtuosa e submissa a seu esposo Noé.

O mundo, naquela época, estava corrompido. O pecado inundava toda a terra. Mas havia um família que era fiel ao Senhor - a família de Noé. Ele era um homem justo que andava com Deus, juntamente com sua esposa, seus três filhos - Sem, Cão e Jefé - e suas noras.
Em Gênesis 6:5-7, a Bíblia nos diz: "E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Então arrependeu-se o Senhor: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus."

Até então, a vida da esposa de Noé era simples. Ela cuidava de Noé, de seus filhos e do seu lar. Ele tinha uma vida sem preocupação, pois tinha o Senhor. Ela não imaginava que a sua vida e a de todos da sua família iria mudar. Tudo começou com "o chamado do Senhor". Disse Deus a Noé: "... O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência e eis que os desfarei com a terra" (Gênesis 6:13).

E ainda disse a ele que fizesse uma arca de madeira de gofer. Nela entraria ele, seus filhos, sua esposa e as mulheres de seus filhos, pois ele iria trazer "um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus ..." (Gênesis 7:17).

Como nós reagiríamos a esta notícia tão séria?
Como nós reagiríamos ao saber que , com exceção da sua família, todos iriam morrer?
Como nós reagiríamos ao saber que tudo iria mudar daqui para frente?

A esposa de Noé creu na profecia. Ela creu no que Deus disse a seu esposo. Ela creu que toda a humanidade iria perecer sob as águas do dilúvio.
O coração desta mulher de Deus, certamente, estava preocupado não apenas com a morte de todas aquelas pessoas que ela conhecia mas também com a vida e alma de seus filhos e noras. Como mãe amorosa ela deve ter falado do amor de Deus e da promessa de salvação. Ela amava seu esposo, seus filhos, suas noras e, principalmente, o Senhor. Por isso podemos fechar nossos olhos e imaginar o que ela fazia enquanto Noé, Sem, Cão e Jafé construíam a arca. Podemos imaginar e dizer que ...

1- Ela orava.

2- Ela exortava.


A mulher de Noé, provavelmente, era a mulher que a Bíblia diz em Provérbios 31:10: "Mulher virtuosa quem a achará?"

E você, minha irmã, sempre encoraja seu marido? Você o encoraja em seus planos (nos dele), mesmo que não sejam os seus? E você faz isso de coração ou apenas para, aparentemente, ser uma esposa submissa? Não estou dizendo que é fácil ser submissa, nem que é fácil seguir os planos do marido quando eles não são os mesmos planos meus. Mas de uma coisa estou certa: se eu colocar os meus joelhos no chão e pedir ao Senhor que mude o meu coração para um coração submisso, para um coração que se submete com alegria, com certeza, Ele vai me atender. E é aí quando estarei fazendo a vontade do Senhor e lutando pra ter um lar feliz junto com meu marido e com nossos filhos.

3- Ela ajudava.
E você, amada irmã, é aquela "ajudadora idônea" (Gênesis 2:18) do seu marido?
Ou você vive atrapalhando-o, não deixando ele ter tempo para trabalhar para o Senhor?
Lembro-me de ter lido em algum lugar que havia uma esposa que vivia revoltada com seu marido por ele , de vez em quando, pedir a ela para trazer um chá para ele. O escritório dele era no primeiro andar da casa e a cozinha no térreo. Ela reclamava, reclamava, reclamava ... mas ele não dava ouvidos às reclamações da sua mulher que pode ser comparada a de Provérbios 21:19: "É melhor morar numa terra deserta do que com a mulher rixosa e irritadiça." Mas, apesar de estar agindo rixosamente, ela era uma mulher de Deus e era, verdadeiramente, uma crente no Senhor. Então, ela decidiu por algo que deixava seu coração cheio de amor todas a vezes que seu marido pedia o tão polêmico chá - agora, ela levava o chá, não para seu marido mas para o Senhor. Ela fazia de conta que era para Deus que ela estava fazendo o chá.

A Bíblia nos diz em Provérbios 21:1... "Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do SENHOR, que o inclina a todo o seu querer." Meditando neste versículo, cheguei a conclusão de que o bom mesmo é pedir a Deus que Ele mude o meu coração assim como Ele muda o coração do rei e o inclina a todo o seu querer. Assim, posso ser uma ajudadora do meu marido fazendo o que ele me pede com amor para ele mesmo.

Tudo que vimos até agora, não podemos afirmar que realmente aconteceu. A Bíblia nada diz a respeito desta mulher. A Bíblia não diz qual foi a sua reação quanto a todos estes acontecimentos. Não sabemos se ela foi obediente ao Senhor do princípio até ao fim. Tudo o que vimos são apenas suposições. Mas quando a Bíblia nos diz: "E no mesmo dia entraram na arca Noé, seus filhos Sem, Cão e Jafé, sua mulher e as mulheres de seus filhos" (Gênesis 7:13), temos certeza que ela entrou na arca. E, quando a Bíblia, novamente, nos diz: "Então falou Deus a Noé dizendo: Sai da arca, tu com tua mulher, e teus filhos e as mulheres de teus filhos" (Gênesis 8:15-16), então temos certeza que ela e seu esposo, os seus filhos e suas esposas saíram da arca.

CONCLUSÃO: A Bíblia ainda nos diz que "... edificou Noé um altar ao Senhor; e tomou de todo o animal limpo e de toda a ave limpa, e ofereceu holocausto sobre o altar. E o Senhor sentiu o suave cheiro ...".

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Mulher de Ló


Um Exemplo a Não Seguir

“Lembrai-vos da mulher de Ló” (Lc 17.32).

Mas, pra que? Com tantas pessoas de quem temos que nos lembrar, para que nos lembrarmos da mulher de Ló? Ela viveu há tanto tempo! Não há sequer um retratinho dela, nem o seu nome sabemos!

Essa mulher! Mulher-modelo! Sim, modelo a não ser seguido. Todos nós somos tentados a agir como ela, em sua loucura momentânea e fatal.

Era Ló o seu esposo, e ambos viviam com as duas filhas na cidade de Sodoma. A cidade tinha uma característica: era promíscua. A homossexualidade grassava livre, solta e generalizada por sua população. Ló incomodava-se com isso, mas, como era um estrangeiro, pouco podia fazer. Pelo menos suas filhas estavam encaminhadas. Elas tinham maridos. Diz-nos a bíblia que os clamores sobre essa cidade subiram ao Senhor. Provavelmente os de Ló, homem de oração.

Nenhuma oração que fazemos, quando sincera e cônscia da presença do Senhor, é vã ou sem resposta. À semelhança das ondas de rádio, que se propagam perpetuamente pelo universo, ao ponto de poderem ser ouvidas novamente algum dia (dizem os entendidos), as orações também não se perdem. Em Apocalipse está escrito que elas serão lançadas com incenso sobre a Terra, nos dias de juízo (Ap 8.4). Ló orava e Deus atendeu aos seus clamores.

Dois anjos e o Senhor foram até Abraão notificá-lo da destruição iminente de Sodoma. Enquanto Deus ficara com Abraão, os anjos desceram à cidade. Ali, na praça, encontrados por Ló, foram convidados para hospedarem-se em sua casa (a bíblia recomenda que sejamos hospitaleiros, pois alguns podem estar hospedando anjos, cf Hb 13.2).

Ao entrarem em casa de Ló, os homens da cidade foram à porta exigir que os visitantes fossem postos para fora, para serem abusados sexualmente. Ló implorou-lhes que nada lhes fizessem, pois estavam debaixo de seu teto. A gentalha ralhou com ele, dizendo que um estrangeiro não deveria dar-lhes ordens, e agora iriam abusar dele mesmo. Foi quando os anjos o recolheram para casa, cegaram o populacho e mandaram que Ló e a família saíssem o mais cedo possível, pois haveria uma chuva de fogo e enxofre, destruindo tudo. Mas instou com eles: não olhem para trás.

Ló, a esposa e as duas filhas saíram. Os genros não quiseram, não acreditaram. “Não olhem para trás”, era a ordem. Correram estrada afora. Infelizmente a mulher de Ló, não se sabe porque, se por zelo da casa, misericórdia dos que ficaram, curiosidade ou medo, olhou para trás. Imediatamente foi transformada numa estátua de sal, prefigurando o Mar Morto que se formaria naquela área.

“Lembrai-vos da mulher de Ló”, que olhou para trás. Quantos de nós, depois de sermos resgatados do mundo, somos tentados a voltar à velha vida, aos velhos hábitos, às velhas alegrias! “Não olhem para trás”. Quem lança mão do arado e olha para trás não é digno do Reino (Lc 9.61). Jesus diz que quem olha para trás é como o “sal insípido”, que para nada mais presta, senão para ser lançado fora (Mt 5.13), como o sal que compunha a estátua daquela que fora uma mulher eleita, pois escolhida para sair da destruição em função do esposo justo que tinha. Quem olha para trás é semelhante ao cão que volta ao próprio vômito ou à porca que volta ao seu próprio lamaçal (II Pe 2.22)

CONCLUSÃO: Se for o seu caso, ainda há tempo, pois o “fogo e o enxofre” não caíram sobre a Sodoma e Gomorra deste fim dos tempos. Ainda temos um advogado perante o Pai, Jesus Cristo, o Justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados (I Jo 2.2).

------------------------------------------------------------------------------------------------------------


ANA - VIÚVA E PROFETISA DA TRIBO DE ASER

 

"... e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia" (Lucas 2:37 - ACF).

Não sabemos muita coisa a respeito da profetisa Ana, mas sabemos que o Senhor quis que a conhecêssemos falando sobre ela em apenas três versículos. Ali, Ele colocou o necessário para vermos nela uma mulher de Deus, fiel e dedicada a Ele. A Bíblia nos diz que ela viveu com seu marido, apenas sete anos. Não sabemos como ele faleceu mas podemos imaginar sofrimento de Ana, os dias tristes e sombrios que ela teve que enfrentar. Sendo uma serva de Deus, certamente, ela depositou no altar do Senhor todos estes sentimentos e pediu a Ele o Seu conforto.

Amada irmã, quando perdemos um ente querido só devemos fazer uma coisa: repousar nos braços amorosos do nosso Senhor, pois só Ele é quem pode acalmar o nosso coração.

Na primeira carta aos Tessalonicenses 4:13 encontramos palavras que nos confortam, nos acalmam ... "Não quero porém, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança." O nosso Deus é um Deus amoroso que está sempre junto a Seus filhos, confortando-os e dando a Sua paz.

A Bíblia nos diz que Ana era uma profetisa da tribo de Aser. Agora, já quase com 84 anos, ela servia a Deus "em jejuns e orações, de noite e de dia" (Lucas 2:37b). Ela era já idosa mas era uma mulher que não cessava de orar, de jejuar, amava ao Senhor e O temia.

Não sejamos relapsas no trabalho do Senhor. Não sejamos relapsas quando, por exemplo ...
1- preparamos nossa aula para ser ministrada numa reunião de senhoras ou na Escola Dominical;
2- não avisamos, com antecedência, à professora substituta que vamos faltar à Escola Dominical;
3- somos escaladas para cuidar das crianças no culto da noite e, simplesmente, não vamos e nem avisamos com antecedência.

Todo o trabalho que fazemos para o Senhor deve ser encarado com muita responsabilidade e muito amor. O que falta a muita gente é falta de compromisso e falta de fidelidade no serviço do Senhor. Deus abençoa a mulher que se deleita, sente prazer e alegria quando está envolvida no trabalho de Deus.

Ana, já com 84 anos, recebeu do Senhor a grande bênção de ver o próprio Deus, o menino Jesus.
Já pensou, irmã, termos o privilégio de vermos a Deus pessoalmente? Podermos colocar nos nossos braços aquela criancinha que é o nosso Salvador?

Quer receber bênçãos de Deus? Então ...

o Seja como Ana que fielmente servia ao Senhor no templo, orando e jejuando;
o Seja como Ana que, fielmente, aguardava a vinda do Messias prometido por Deus (Você, ansiosamente, aguarda a 2a vinda de Cristo?)
o Seja como Ana que não permitia que nada nesse mundo interrompesse a sua devoção e adoração ao Senhor (Que a devoção de Ana nos encoraje a servi-Lo e amá-Lo mais).
o Seja como Ana que adorava o Senhor "... noite e dia em jejuns e orações" (Lucas 2:37) (Adoremos o Senhor nos dedicando mais a estes doces momentos em que podemos chegar à Sua presença e derramar em Seu altar nossos agradecimentos e nossos pedidos). Orar faz bem à nossa alma. Orar agrada a Deus.

Sejamos mulheres de oração firmes e fortes como a profetisa Ana.

Quando Maria e José trouxeram o menino Jesus ao templo "para com ele procederem segundo o uso da lei" (Lucas 3:27b), encontraram ali um homem idoso chamado Simeão. A Bíblia diz que o Espírito Santo revelou que ele não morreria sem antes ver o Cristo do Senhor. Orientado pelo Espírito, ele foi até o templo e lá encontrou Aquele que ele tanto almejava ver - JESUS CRISTO. A Bíblia nos diz que ele colocou o menino Jesus em seus braços e disse: "Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, segundo a tua palavra; Pois já os meus olhos viram a tua salvação, a qual tu preparaste perante a face de todos os povos; Luz para iluminar as nações, e para glória de teu povo Israel" (Lucas 2:29-32). Simeão os abençoou e, olhando para Maria, ele disse: " .... Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado (E uma espada traspassará também a tua própria alma);
Para que se manifestem os pensamentos de muitos corações" (Lucas 2:34-35). O que Simeão falou, certamente, deixou Maria perturbada. Não sabemos o tamanho desta sua perturbação. Sabemos que quando uma espada traspassa a alma de uma pessoa, significa que ela sentirá uma dor muito grande. Maria, realmente, enfrentou o vale da sombra da morte.

A profetisa Ana observava tudo, via tudo e "falava dele a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém" (Lucas 2:38b). Ela era uma mulher de fé. As suas palavras soaram aos ouvidos de Maria como um bálsamo encorajador.

Você, amada irmã, é uma pessoa que encoraja aquelas que estão desanimadas, tristes, sem vontade de continuar vivendo? Veja o exemplo de Ana e peça a Deus sabedoria para saber usá-la no momento certo, pois a Bíblia nos diz: "Bem aventurado o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento" (Provérbios 3:13). É isto, irmã, que devemos desejar a fim de que possamos confortar os que estiverem precisando de nós.

Ana era...
1- uma mulher de fé;
2- uma mulher fiel ao Senhor;
3- uma mulher fiel na oração e jejuns;
4- uma mulher encorajadora.
Qual destas características eu e você possuímos? Uma? Duas? Todas ou nenhuma?

CONCLUSÃO: Que possamos ter Ana como exemplo em nossa vida, sendo uma mulher que ama ao Senhor e que quer agradá-Lo no nosso dia a dia.

 

 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

MAS É MULHER DE VERDADE

A família esta no coração de Deus, mas quando nos convertemos a primeira coisa que fazemos e nos separar-mos dela.
I - Porque que muitos de nossas famílias estão como Nabal, ingratos., ISm cap 25
Nabal não tinha dialogo
Ele pagava o mau com o mau
Era sem juízo, tolo e insensato.
Era Gastão e presepeiro
Era beberrão pinguço e violento
Era grosso e injusto.
Abigail tinha tudo para desistir de Nabal.

II - Deus não honra sentimentos, honra atitudes:
Abigail tomou uma atitude, não aceitou o caos em sua família ela serviu a sua família.
Algumas atitudes a serem tomadas:
------ Respeite seu marido Efésio 5:33
Apesar de homem e mulher se completarem suas necessidades são inteiramente diferentes.
A mulher necessita ser amada o marido precisa ser respeitado.
Tente ser companheira possivelmente Deus vai mudá-lo
------ Encoraje seu marido Felipense 4:8-13
Encoraje seu marido a assumir as rédeas do lar. Acredite e motive seus sonhos, não tente competir com ele na vida financeira. Jamais o acuse de ganhar pouco ou menos que você.
------ Valorize seu marido Salmo 109:116-117
O relacionamento é fortalecido quando você valoriza seu marido. A mulher que desvaloriza seu marido desvaloriza a si mesma. Se ele é tão ruim porque você o escolheu?
Porque você não escolheu alguém melhor?
È bem mais difícil consertar do que manter um relacionamento. Quem desvaloriza seu marido destrói o lar e atira dardos venenosos no interior dos seus filhos.
1- Seja sensível

A momentos que em que ele não quer ouvir os problemas de casa. temos que ser sensíveis e perceber o seu estado de espírito. Sua sensibilidade se revela quando você não vive se queixando nem se fazendo de vítima usando as emoções como objeto de chantagem. Nenhum homem tem prazer de conviver com uma mulher que vive de mau humor.

2- Seja maleável

Ser maleável é deixar-se ensinar, é ser uma mulher que esta pronta e disposta a mudar.
Não ser "Queixo duro", "Não dar o braço a torcer".
Todos gostam de repetir esta frase: Atrás de um grande homem existe uma grande mulher, mas a palavra de Deus diz que a mulher foi criada para estar ao lado e não atrás.

Conclusão: Muitas vezes você diz que sua família tem culpa, mas tudo depende de você, comece a praticar o que você tem aprendido. Não questione pratique. Não importa o que os outros digam, ainda que a semente demore a brotar pratique.
Profetize, declare sobre a sua família você é a porta de entrada para benção na sua família.


SETE PASSOS DA MULHER CRISTÃ NO MINISTERIO
Assim como há um tempo de grandes mudanças para a igreja em todo o seu desenvolvimento eclesial, assim também haverá um novo começo para a história das mulheres, frente a sociedade moderna e a sua função no cumprimento efetivo do seu papel de uma forma mais abrangente.

1- A palavra declara que a boca do justo manancial de vida (Pv 10:11 a).

2-A mulher foi criada por Deus para ser a sua imagem e semelhança (Gn 1:27).

3- A mulher (Eva) mãe de multidão foi tirada de uma das costelas de Adão. Costela é a íntima comunhão dos dois, para ser uma só carne.

4-A mulher foi criada para ser ajudadora do homem (Gn 2:18-20), para ser a glória do homem (I Co 11:7b, 11, 12) "Pois o homem, na verdade, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus; mas a mulher é a glória do homem". Todavia, no Senhor, nem a mulher é independente do homem, nem o homem é independente da mulher. Pois, assim como a mulher veio do homem, assim também o homem nasce da mulher, mas tudo vem de Deus". O papel da mulher é de fundamental importância, porque ela gera, tem útero, somente um útero fértil poderá frutificar. Podemos usar essa linguagem tanto no âmbito físico como no espiritual, uma vez que a igreja representada como a Noiva de Cristo, que é considerada como a figura de uma MULHER. Já estamos consciente das nossas responsabilidades e conscientes do cetro de autoridade a nós outorgado (Sl 110:2).

5-Por isso cremos piamente que muitas mudanças (vicissitudes) já aconteceram com relação à posição da mulher na sociedade, há novas interpretações não somente em nível secular como interpretações da própria história em nível eclesiástico. Hoje estamos precisando voltar à nossa rica fonte de ensinamentos inesgotáveis, a Bíblia, a palavra de Deus e estuda-la focalizando a mulher. O profeta Malaquias profetizou que no final dos tempos seria liberada a unção de Elias. Elias era a semelhança de Melquisedeque (Gn 14:18; Hb 7:3). Nós mulheres, declaramos que já recebemos essa unção dotada de grande autoridade espiritual. Deus escolheu as mulheres como as primeiras testemunhas. Os apóstolos eram homens que tinham sido testemunhas da vida, morte e ressurreição (At 1:22).

6-Atos 10 diz que as testemunhas da ressurreição foram pré-determinadas por Deus. As mulheres que tiveram o Encontro com Jesus naquela manhã de domingo, não foi por acaso, foi planejado por Deus. Elas foram escolhidas especialmente, Isso é tarefa da TESTEMUNHA. Deus mandou um anjo tirar a pedra para as mulheres se tornarem testemunhas do túmulo vazio (Mt 28:1-8). Devemos seguir o exemplo de Jesus em tudo que Ele fez. Ele é e sempre será o nosso referencial de fé, amor, pureza, de uma vida e um caráter servil. Jesus teve atitudes boas para com as mulheres como nenhum outro teve; o fato de Jesus não fazer nenhuma diferença entre homens e as mulheres isto é algo para ser freqüentemente comentado. Jesus tratou as mulheres como pessoas responsáveis., para evangelizar e profetizar.

7-Mt 26:13; Mc 14:9. Mediante este tão grande referencial do nosso Mestre Maior por Excelência, queremos dizer que as mulheres têm convicção da importante função a ser desempenhada como evangelista e profetiza do Senhor, que agora gera e dá fruto, tem o coração de mãe, e sempre fará crescer essa chama ardente por ser mãe de multidões.
CONCLUSÃO: Que as bênçãos do nosso Deus repousem sobre cada uma de nós. "Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes em Cristo." (Ef. 1:3

 

Casamento

 

O compromisso do casamento importa em casa cônjugue abrir mão do direito exclusivo ao seu próprio corpo e conceder esse direito a outro cônjugue. Isso significa que nenhum dos cônjugues deve deixar de atender os desejos sexuais normais do outro .
Tais desejos dentro do casamento são naturais e providos por Deus, e evadir-se da responsabilidade maritais do outro cônjugues é expor o casamento às tentações de satanás no campo do adultério. (ICo. 7.3)

"Mas, se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel." (I Tm. 5.8)

* Companheirismo e complementação mútua do casal. Gn. 2.18, 24.

Deus criou primeiramente o homem, vendo que não era bom que ele vivesse só, criou uma adjuntora para viver ao seu lado, sendo companheira amável e ajudadora.
Desde o princípio, Deus estabeleceu o casamento e a família que dela surge, como a primeira e a mais importante instituição humana na Terra. A palavra de Deus diz em I Co. 11.11: "Todavia, nem o varão e sem a mulher, nem a mulher, sem o varão, no Senhor".

* Prazer amoroso do casal. Ec. 9.9.

* Preservação da pureza moral na família e na sociedade (I Co 7.2)

A imoralidade sexual é terrivelmente abominável diante de Deus. Mais do que qualquer ato pecaminoso, profana o corpo, que é o templo do Espírito Santo.Por isso Paulo admoesta: "Fugi" da imoralidade sexual. Sabendo que o nosso corpo é morada pessoal do Espírito Santo, nosso corpo nunca de ser profanado por qualquer impureza ou mal, provenientes da imoralidade, nos pensamentos, desejos, atos, filmes, livros ou revista. Pelo contrário, devemos viver de tal maneira que glorifiquemos e agrademos a Deus em nosso corpo.

* O marido ideal (inclusive obreiros)

Toda família necessita de um dirigente. Por isso, Deus atribui ao marido a responsabilidade de ser cabeça da esposa e da família. Sua chefia deve ser exercida com amor, mansidão, consideração pela esposa e família. A responsabilidade do marido, que Deus lhe deu, de ser "cabeça da mulher" inclui:

1) Provisão para as necessidade, espirituais e domésticas da família. Gn. 3.16,19; I Tm. 5.8.

2) O amor, a proteção, a segurança e o interesse pelo bem estar dela, da maneira que Cristo ama a Igreja. Ef. 5.25-33.

3) Honra, compreensão, apreço e consideração pela esposa. Cl. 3.19; I Pe. 3.7.

4) Lealdade e fidelidade totais na vivência conjugal; Mt. 5.27,28; Ef. 5.31.

* A esposa ideal (inclusive esposa de obreiro)

A esposa tem a tarefa, dada por Deus, de ajudar ao marido e submeter-se a ele "no Senhor". Seu dever para com o marido inclui:

1) O amor (Tt. 2.4)

2) O respeito (Ef. 5.31; I Pe 3.1 e 2)

3) A ajuda (Gn. 2.18)

4) A pureza (Tt. 2.5; I Pe. 3.2)

5) A submissão (Ef. 5.22; I Pe. 3.5)

6) Um espírot manso e quieto (I Pe. 3.4)

7) E o ser uma boa mãe (Tt. 2.4)

8) E o dona de casa (I Tm. 2.15; 5.14; Tt. 2.5)

As mulheres podem exercer uma influência transformadora, desde que estejam prontas a entregar seu caminho e sua vontade a Deus para confiar a Ele o controle de seus pensamentos, suas afeições e sua existência. A mulher sabia e piedosa faz do seu lar um lugar de refúgio, de paz e de alegria. Ao passo que a mulher imprudente se descuida da sua casa e família. (Pv. 14.1).

* Propagação, proteção e formação do gênero humano, através dos filhos, no lar. Gn. 1.28

Deus deu ao homem e a mulher o encargo de serem frutíferos, de dominarem sobre a Terra e o reino animal. Foram criados para constituírem lares para a família. Esse propósito de Deus, declarado na criação, indica que ele volta-se para a família que o serve, e que a criação de filhos é algo de máxima prioridade no mundo.

* Estabelecimento de novos lares, isto é, novas famílias. (Mt. 19.5)

CONCLUSÃO: Os jovens que pensam em casar-se, devem considerar qual será o caráter e influência do lar que vão fundar.
Antes de assumir as responsábilidades que o matrimônio envolve, o moço e a moça devem estar preparados para enfrentar os deveres e fardos da vida conjugal. Um lar só poderá ser próspero se ambos estiverem preparados espiritualmente. Através do casamento "no Senhor" o mundo pode ver o relacionamento entre Cristo e sua Igreja.

 


Sua Família Precisa

Se não for o SENHOR o construtor da casa, será inútil trabalhar na construção. Se não é o SENHOR que vigia a cidade, será inútil a sentinela montar guarda.”
Salmo 127.1
Três necessidades básicas de todas as famílias:
1. EU PRECISO DE AMOR
“… se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine”.- I Co 13.1b
Como de fato eu posso provar se amo minha família?
Amor é uma GRAÇA incondicional:
“ Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores”.- Rm 5. 8
Amor é uma decisão DIÁRIA:
“ Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus”.- I Jo 4.7
2. EU PRECISO DE COMUNICAÇÃO:
Houve um desentendimento familiar… o melhor caminho é…
“ Então Hamor, pai de Siquém, foi conversar com Jacó”.Gn 3.6
a. A Comunicação inclui OUVIR.
“ O irmão de condição humilde deve orgulhar-se quando estiver em elevada posição”.- Tg 1.9
b. A Comunicação envolve PERSPECTIVA:
“ Quem responde antes de ouvir comete insensatez e passa vergonha”.Pv 18.13
A sensatez é uma grande virtude!
c. A Comunicação precisa de PALAVRA:
“ Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os tolos desagradam a Deus.” Ec 5.4
3. EU PRECISO DE DEUS:
“ Como a corça anseia por águas correntes, a minha alma anseia por ti, ó Deus”.- Sl 42.1
a. Deus está no CONTROLE:
“ Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito”.- Rm 8.28
b. Deus quer o MELHOR para minha família:
“ Que diremos, pois, diante dessas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?…”.
Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.”- Rm 8.31 e 37
Conclusão: O que você tem feito por ela?
- Sua família é seu maior bem. Saiba preservá-lo!
“ Quem causa problemas à sua família herdará somente vento”. Pv 11.29
Não seja você um problema para sua família, seja uma BÊNÇÃO!

Especial para as Mulheres
Muitas mulheres sofrem a tristeza de saber que seus esposos não estão servindo o Senhor. Talvez você seja convertida a Cristo, mas seu esposo ainda resiste ao evangelho. O que fazer agora? Pedro responde a esta pergunta: "Do mesmo modo, esposas, sujeitem-se a seus maridos, a fim de que, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavras, pelo procedimento de suas esposas, observando a conduta honesta e respeitosa de vocês" (1 Pedro 3:1-2 ). Nos versículos que seguem (3-6), ele fala sobre como a mulher devota deve conduzir-se. Não tente impressionar seu esposo com atitudes e modas mundanas.

Aqui estão algumas poucas sugestões específicas de como ajudar seu esposo a aceitar o Senhor:

1-Evite censurar e criticar (Provérbios 21:9). Isto só fará com que ele desgoste de você e rejeite o Deus que você serve.

2-Agrade-o e mostre seu amor (Tito 2:4). A verdadeira cristã será uma esposa melhor do que antes. Ela estará mais atenta ao seu esposo e suas necessidades.

3-?Seja uma boa dona de casa (Tito 2:5). Seja diligente com o seu trabalho domés-tico, cuide de sua família e continue a ler a Bíblia e a orar. É difícil, mas não impossível, conciliar estes vários deveres.

4- Leia 1 Coríntios 13:4-7 freqüentemente, até mesmo diariamente. Pratique cuidadosamente o que estes versículos ensinam.

5- Submeta-se a seu esposo em tudo, desde que ele não exija que você desobedeça a Deus. (Colossenses 3:18; Efésios 5:22-24; Atos 5:29). Ele entenderá melhor como submeter-se à autoridade de Deus se você lhe mostrar que pode ser submissa a ele. Se ele pedir a você que faça o que é errado, explique bondosamente sua determinação a colocar Deus em primeiro lugar, e não se abale dessa convicção.

6- Mantenha seu auto-domínio e seja paciente (Provérbios 16:32; 2 Pedro 3:9). Pode levar anos para abrandar seu coração teimoso. Enquanto ele estiver vivo, há esperança.

7- CONCLUSÃO : Ore constantemente (1 Tessalonicenses 5:17).


DISTORÇÕES DOUTRINÁRIAS PARA COM AS MULHERES

Analisarmos textos importantes como o de Colossenses 2.16-23, e vimos que a liberdade cristã não leva ao pecado. De posse destas informações, estaremos estudando a partir deste tópico, alguns ensinamentos que fogem da Palavra de Deus, tratando-se de meros preceitos e costumes humanos, que, entretanto, levam o status de doutrina bíblica em algumas igrejas. Estes ensinos tornam a vida cristã para muitos um fardo pesado.


1- Ensinos errados quanto ao uso de jóias, enfeites e cosméticos.
Não existe na Bíblia texto algum que sirva de base para que as mulheres cristãs não usem jóias, enfeites e cosméticos em nossa época.

No antigo testamento
O uso de jóias é visto na época do antigo testamento e pode ser notado dentre as mulheres em Israel; alguns tipos de jóias eram usadas também por homens. Vários textos da Bíblia, bem como achados arqueológicos comprovam este fato.
Presentear uma mulher com um bracelete, por exemplo, significava valorizar aquela mulher. Em uma das passagens mais lindas da Bíblia encontrada em Gn 24, na qual vemos claramente uma figura do arrebatamento da Igreja, o mordomo de Abraão presenteou a Rebeca com uma dessas jóias; vale lembrar que nesta passagem do capítulo 24 de Gênesis, o mordomo é figura do Espírito Santo; Abraão é figura de Deus Pai, Isaque é a figura de Jesus e Rebeca simboliza a Igreja. Como poderia Rebeca ser presenteada com jóias se estas fossem malignas? As jóias nesta passagem, como em algumas outras, podem simbolizar os dons do Espírito e os galardões que o Senhor tem preparado para a sua Igreja.

Em Ex 35.20-22, observamos o povo de Israel ofertando as suas jóias para a construção do tabernáculo. Como poderia acontecer isso, se as jóias fossem malignas?
Em Isaías 3. 16-24, tirar as jóias seria como um castigo para as mulheres de Israel, um símbolo da tristeza que viria sobre a nação devido a desobediência.

Não eram as jóias em si que eram malignas, muito menos era pecado usá-las, mas o pecado aqui tratado não era o uso de jóias; enfeites ou cosméticos, mas ao olharmos todo o contexto, descobrimos que Israel havia abandonado a Deus e a maldade e a injustiça se espalhava; entretanto o povo andava orgulhoso como se nada de mal fosse acontecer; suas mulheres andavam soberbas como se Deus não fosse fazer justiça. O pecado era a apostasia e o orgulho da nação!
Devido ao pecado da nação, a alegria cessaria. Veja esta realidade na tristeza que a nação viveu quando foi levada em cativeiro no Salmo 137.1-5.
As jóias são vistas como padrão de valor em algumas passagens como Pv 3.15.

Nos exemplos citados anteriormente, o uso de jóias não constituiu pecado; em contrapartida, observamos casos em que as jóias também foram usadas para a maldade, como no episódio do bezerro de ouro Êxodo 32.1-4.

Podemos então concluir que, as jóias, bem como qualquer adereço, cosmético ou práticas e costumes em geral, podem ou não agradar a Deus, dependendo do contexto; logo, não era a jóia em si o mal, mas sim como elas eram usadas, o porquê de as usarem, etc...
Um texto interessante no qual podemos notar claramente esta afirmação está em Ezequiel, capítulo 16; em especial os versículos de 9 a 17. Nos versículos 11 a 14 é usada a figura das jóias; vestes e enfeites em geral para demonstrar o que o Senhor havia feito por Judá, neste texto os enfeites tem um teor positivo; entretanto, nos versículos de 16 a 19 vemos os e




 




Total de visitas: 16478
Crie aqui o seu Site Grátis! Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net